A EXPANSÃO DOS CURSOS JURÍDICOS EM ALAGOAS: ENTRE A QUALIDADE E A MERCANTILIZAÇÃO

  • Marcus Robson Nascimento Costa Filho UFAL

Resumo

Neste artigo, analisamos a disseminação dos cursos jurídicos em Alagoas, processo que encontra no discurso da qualidade e na hegemonia do setor privado suas mais relevantes características. A partir da análise do discurso oficial e do fenômeno da mercantilização, buscamos identificar qual o elemento propulsor predominante de um processo que quintuplicou o número dos cursos de Direito em Alagoas, se a anunciada busca pela qualidade ou a mercantilização. Valendo-nos da pesquisa qualitativa e análise documental, conseguimos provar nossa hipótese segundo a qual nunca houve dois senhores desse processo, mas apenas um, a mercantilização.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##
Professor, Servidor Público Federal, Pós-Graduado em Processo Civil e Mestrando em Educação - UFAL
Publicado
2020-12-10
Como Citar
COSTA FILHO, Marcus Robson Nascimento. A EXPANSÃO DOS CURSOS JURÍDICOS EM ALAGOAS: ENTRE A QUALIDADE E A MERCANTILIZAÇÃO. V Encontro de pesquisas judiciárias da Escola Superior da Magistratura do Estado de Alagoas, [S.l.], dez. 2020. Disponível em: <http://enpejud.tjal.jus.br/index.php/exmpteste01/article/view/517>. Acesso em: 22 out. 2021.
Seção
Grupo IV: Administração Judiciária / Pesquisa e Educação Jurídica

Palavras-chave

Ensino jurídico. Alagoas. Expansão. Qualidade. Mercantilização